Quem sou eu

Minha foto
São Bernardo do Campo, São Paulo, Brazil
Psicóloga com Especialização em Psicoterapia Psicanalítica pela Universidade de São Paulo. Graduada em Psicologia pela Universidade Metodista de São Paulo.

sábado, 5 de março de 2011

Depressão

Depressão
A depressão é uma síndrome psiquiátrica, estima-se que acometa 3% a 5% da população.
Sintomas
v    Humor deprimido ou perda de interesse/prazer em quase todas as atividades;
v    Alterações no apetite ou peso;
v    Alterações no sono (insônia ou hipersonia);
v    Sentimentos de desvalia ou culpa inapropriados;
v    Dificuldade em pensar, se concentrar ou tomar decisões;
v    Pensamentos recorrentes sobre morte ou ideação suicida, (planos ou tentativas).

Estes sintomas devem ser recém-presentes ou devem ter claramente piorado comparado com o histórico pessoal.
Os sintomas devem persistir por mais de um dia, quase todos os dias, por pelo menos duas semanas consecutivas e causar sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo no funcionamento social, ocupacional, ou ainda, em outras áreas importantes de vida.
Em crianças e adolescentes, o diagnóstico é bem semelhante aos critérios utilizados em adultos, porém em crianças o comportamento deprimido pode ser substituído por humor irritável.
Alguns transtornos ansiosos podem ocorrer concomitantemente durante a depressão, isto em decorrência de complicações psiquiátricas, incluindo a resistência ao tratamento, comprometimento funcional, aumento do risco de suicídio, maior a chance de recorrência, e maior utilização de recursos médicos.
Neste sentido, o reconhecimento precoce e tratamento de depressão no contexto dos cuidados primários podem melhorar a função social, aumentar a produtividade e diminuir o absentismo no local de trabalho.
Tratamento
O tratamento dos transtornos de humor devem envolver psicoterapia e o uso de medicações.      Atividade física e orientação dietética podem auxiliar na recuperação.

PSICOTERAPIA

O objetivo básico da psicoterapia é propiciar ao cliente melhora em sua qualidade de vida, autoconhecimento, promovendo mudanças de comportamento e diminuição ou mesmo eliminação do sofrimento psíquico, que pode estar relacionado com depressão, stress, ansiedade, timidez, fobias, impotência, entre outras dificuldades humanas.
Oferecemos atendimento para diversos tipos de necessidades: transtornos de humor, transtornos alimentares, transtornos afetivos, estados fóbicos, pânico, depressão, ansiedade generalizada, dificuldades de relacionamentos, entre outros.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011